2011-06-13

Sinta quem lê




Dizem que finjo ou minto
Tudo que escrevo. Não.
Eu simplesmente sinto
Com a imaginação.
Não uso o coração.

Tudo o que sonho ou passo,
O que me falha ou finda,
É como que um terraço
Sobre outra coisa ainda.
Essa coisa é que é linda.

Por isso escrevo em meio
Do que não está de pé,
Livre do meu enleio,
Sério do que não é.
Sentir? Sinta quem lê!

Fernando Pessoa - Isto

8 comentários:

deep disse...

Um dos recorrentes. Na verdade, dada a empatia que tenho com a escrita pessoana, são vários os recorrentes.

Boa semana. :)

Tathiane Galdino disse...

Olá, adorei o seu blog.Assim que puder visite o meu blog de poesias.

Um ABRAÇO!

mfc disse...

Ele é um mentiroso!
Ele sentia...sim!

☆Anjo☆ disse...

Oi Hipatia...
Linda poesia do Pessoa, ele escreveu e sentiu coisas maravilhosas...
Passa lá no meu cantinho, leia minha poesia e me diz se sentiu alguma coisa... O poeta quer que as pessoas sintam ao apreciarem uma poesia!
Muitos beijinhos pra ti, saudades de passar por aqui... bye

Hipatia disse...

Pois também tenho alguns :))

Bom fim-de-semana ;-)

Hipatia disse...

Obrigada pelo convite, Tathiane

Hipatia disse...

E finge tão completamente... :)

Tens razão, Manel

(vou de férias)

Hipatia disse...

E eu com saudades de andar por aqui, Anjo :))