2010-04-19

Húbris

aqui


E é então, quando a Terra se zanga, que os homens se põem finalmente de joelhos.

8 comentários:

deep disse...

Só se lembram de Santa Bárbara quando troveja, como costuma dizer-se.

Boa semana. :)

Hipatia disse...

Acho que é mais do que isso: é ver os aviões em terra e as gentes aterradas; é este achar que se domina a Terra até a Terra nos provar que, afinal, somos apenas os seus filhos arrogantes e sem juízo. E sem alternativas às diferentes dependências que construimos, achando que estavamos a ganhar um qualquer jogo contra a natureza. Um jogo que, facilmente, nos transforma em perdedores.

I. disse...

Acho fofinha a forma como a natureza nos mostra que não valemos mais que uma caganita de coelho. É chato, but it's the way it is.

Anónimo disse...

É não, é? Põe-nos no sítio das caganitas num instante. Fofinho mesmo.

Hipatia

I. disse...

Então e tu, também ficaste retida numa qualquer capital europeia, vítima da núvem? Voltas numa manhã de nevoeiro? Hum?

Paulo Abreu e Lima disse...

Bolas, já levantaste os joelhos? Mexe-me essas mãos e toca a escrever!

Hipatia disse...

Ser "a desejada" era capaz de me ir bem, mas infelizmente não é nada disso. Só uma total e absoluta falta de tempo, amiga :(

Hipatia disse...

Paulinho, Paulinho, olha que não é qualquer coisa que me levanta os joelhos. Aliás, também não é qualquer coisa que me põe de joelhos :D