2006-02-13

As pancas


aqui

Pois parece que toda a gente quer que eu conte por aqui cinco das minhas pancas. E sendo que sou "gaija" de uma série delas - assumidíssimas, aliás -, não me custa mesmo nada revelar algumas.

Odeio, mas odeio mesmo, de tal forma que me agride fisicamente, mãos com unhas roídas. Só a ideia de ter de cumprimentar uma mão assim, toda eu me arrepio num nojo total e absoluto. Claro que não falo daquelas unhas ratadas, que mal se notam que são roídas, mas aqui as minhas dioptrias ajudam-me. Estou a falar daqueles dedos onde já nem há unha, só sabugos sangrentos, horripilantes, de carnívoro ensandecido.

Também me passo com olhos tortos, não tanto aqueles em que está aqui um e outro no infinito. É mesmo com os outros, os que se juntam sobre o nariz. Sendo que não sei falar com as pessoas sem as olhar nos olhos, passo agruras a tentar evitar que os meus olhos entortem também, num jogo de reflexos. Talvez seja por isso que os que se reviram para fora não me façam tanta confusão, já que não consigo mimar o gesto. Ainda assim, dou por mim a encurtar conversas, a evitar falar com certas pessoas, porque os olhos tortos e eu temos uma relação muito, mas mesmo muito inconveniente.

Tenho outro problema com gente burra. Especialmente se se arma em esperta. E a primeira reacção é mesmo enfiar um par de estalos capaz de atar os queixos de uma boca aberta em pasmo, ou que não sabe estar calada quando só sabe dizer merda. Esta panca é particularmente problemática porque faz de mim uma grandessíssima snobe. Mas pronto: não há mesmo nada a fazer, porque duvido muito que ainda esteja em idade de mudar. De qualquer forma, quando falo de burrice não estou, de forma alguma, a falar de falta de cultura ou conhecimentos, ou sequer educação. É mesmo daquela gente de cabeça oca, empenhada em construir em objectos de demonstração de status aquilo que as sinapses inexistentes nunca lhes poderão dar.

Também tenho umas questões interessantes com a ordem por que estão distribuídas as canecas no armário. Os copos ainda vá, mas mudarem-me as canecas de sítio é motivo para começar a fumegar. Admite-se a primeira, a segunda, até a terceira vez, especialmente se estivermos apaixonados pelo infractor. Mas, a partir daí, é discussão pela certa e, em último caso, motivo bastante para declarar a porta da rua como serventia da casa. O mesmo, aliás, se aplica aos livros e cd's. Pratos e talheres, ou toalhas, ou até roupa suja fora do cesto, ou tampa da sanita levantada, são bem mais tolerados por estes lados.

Finalmente: o lado da cama. Não importa se esquerdo ou direito, tem de ser o lado da janela. Ponto final, parágrafo. E a cama tem de permitir espaço para que os meus bracinhos fiquem por cima da cabeça, que é assim que durmo e já não mudo. Isso mesmo: bracinhos em arco, por cima da cabeça, em pose de bailarina. E do lado da janela. E não me perguntem porquê, nem tentem sequer enganar-me. É que o mais certo é eu acabar à mesma do lado "certo" da cama, nem que para tal tenha de empurrar quem lá estiver para o meio do chão.

E agora, cá vão as vítimas:

21 comentários:

jp disse...

ahahahah
entre tu e eu venha o diabo e escolha
(e por acaso tb durmo de braçitos em arco)
obrigado por responderes ao dito
toma beijo

Hipatia disse...

E também tenho mau feitio ;-)

Beijo

espumante disse...

Ó gaija do Norte
Tu não andas a ler o meu blogue, carago. Se andasses, tinhas reparado que já enumerei as minhas idiossincrasias no meu post 769.
Por isso, faça o favor de lá ir ler e convidar outra vítima
:))
beijos sulistas que eu não sei se prestam, mas é o que se pode arranjar
:)

Hipatia disse...

Não tinha net. Buuuuuuáááááááááá

Pronto! Vou arranjar outra vítima :(( (e ler o teu post, claro...)

sofia. disse...

Ai mulher que a ti essa coisa do lado da cama é mais facil
É que eu, tem de ser do lado da janela mas do esquerdo da cama - quando isso não acontece nunca sei onde dormir ;)
Quanto ao ponto 2... isso diz-se?
(fixa o nariz e percebe para onde olham os olhos quando estás de frente para essas pessoas - histórias de estrabismo na familia)
Beijinho

Hipatia disse...

Sofia, não é maldade. É mesmo impossibilidade crónica. Por mais que tente, faz-me uma confusão desgraçada olhar para olhos tortos. Eu bem quero; eu bem tento. Mas preciso fugir rapidamente. E o título era "pancas" e esta é mesmo das violentas :((( E também acabo as palavras aos gagos. Não sou boa pessoa :'(

TheOldMan disse...

Que mau feitio! Por acaso não tens família em Almada?...

;-)

vanus disse...

Essa da cama, nunca dei por nada e já dormi do lado da janela algumas vezes. Acho que aqui o tamanho conta :p

Ainda vais acabar com um gajo vesgo, de unhas roídas, burro, que te troque as canecas e durma do lado da janela; é sempre assim ;)

velvetsatine disse...

hehehehe

Põe panca nisso. ;-)

Rosmaninho disse...

Linda, não és a única. Eu talvez seja pior, já que me apetece bater a quem rói as unhas dessas forma, eu que já as roí também, e durante muitos anos. Gente burra, então, é do que tenho mais à minha volta, e ultimamente não me contenho, lá salta o insulto de quem esgotou a paciência. Já tinha saudades de te ler, embora pareça andar afastada. Welcome back.

Lisa disse...

Ui, que essa da gente burra também me acontece muito. Mau feitio, hein? ;)
Olhos tortos e unhas roídas já não me chateiam muito, mas o meu lado da cama ninguém mo tira!

Hipatia disse...

Não terás antes tu uma costela do Norte, Old Man?

:)))

Hipatia disse...

Hei, miga! Vai lá rogar pragas para o caracinhas!

:)))

(antes só, porra!)

Com as amigas porto-me sempre bem, ora! Não costumo fazer mal às convidadas. Os convidados é que...

;-)

Hipatia disse...

E são só cinco das pancas, Velvet ;-)

Hipatia disse...

Reajo muito mal ao tipo de burrice de que falo no post. E, infelizmente, também me deparo com muitos desses diariamente. Só não os insulto porque não posso ;-)

Eu lá vou espreitando o teu cantinho, Rosmaninho. E sei bem como às vezes precisamos de ficar mais afastadas :))

Hipatia disse...

Mau feitio? Que nada!... Sou sempre um anjo, desde que não me calquem os calos e me tentem roubar o meu lado da cama, Lisa :)))

Cruzeiro disse...

É pá o que é que o TheOldMan quereria dizer com o teres alguém em almada a propósito do mau feitio?? estará ele a querer dizer que aqui a malta de Almada tem mau feitio?? Nós???? Nem pensar numa coisa dessas!!!
A malta de Almada tem mesmo é "muito" mau feitio! :))

josé quintas disse...

ó que carago:)))

Hipatia disse...

O Old Man é que poderá responder, Cruzeiro. Talvez ele compreenda bem melhor do que eu essa do "muito mau feitio" ;-)

Hipatia disse...

Ah pois é, José :)))

:*

Hipatia disse...

Mais Vozes

Bailarina com braços em arco.
Folha de Chá | Homepage | 02.13.06 - 8:14 pm | #

--------------------------------------------------------------------------------

Parece que não sou a única A Jaquelina Pandemónio já confessou ali ao lado a mesma mania
Hipatia | Homepage | 02.13.06 - 8:24 pm | #

--------------------------------------------------------------------------------

Eu ainda não confessei as minhas...só vi agora o desafio da Maria.
Mas eu num tenho manias...(poucas...)
cruzeiro do tejo | Homepage | 02.15.06 - 1:36 pm | #

--------------------------------------------------------------------------------

Chega-te à frente, mas é
Hipatia | Homepage | 02.15.06 - 1:50 pm | #

--------------------------------------------------------------------------------

Já me cheguei à frente,pronto, já meti a nú 5 taras...(tenho tantas??)
cruzeiro do tejo | Homepage | 02.16.06 - 5:12 pm | #

--------------------------------------------------------------------------------

Já fui ver
Hipatia | Homepage | 02.16.06 - 6:44 pm | #

--------------------------------------------------------------------------------

Miuda eu não me esqueci de comentar isto, não tenho é tido tempo. Mais logo já volto aqui
cachucho | Homepage | 02.17.06 - 9:55 pm | #

--------------------------------------------------------------------------------

Estou à espera, peixinho
Hipatia | Homepage | 02.20.06 - 2:17 pm | #