2007-02-21

Gazeta dos dias vividos














O jornal “Correio da Manhã” pode ser uma fonte inesgotável de temas e desafios para a escrita. Constitui-se como um verdadeiro repositório do sórdido, do fenomenal e, por vezes, do transcendente; uma espécie de espelho da nossa sociedade. Isto sem menosprezo pelos jornalistas que se vêem obrigados a seguir uma linha editorial, muitas vezes contra a sua vontade. Mas, “trabalho é trabalho”.
Pegando nesta linha de pensamento, a Cláudia Sousa, uma mediadora do livro e da leitura na Beira Alta, fez um jornalzito chamado “Gazeta dos dias vividos”; composto de colagens de variadíssimos artigos de periódicos, claro está, com a presença de algumas tiradas do “Correio da Manhã”. Foi este o ponto de partida para um exercício de escrita criativa que teve lugar na “Livraria da Praça” em Viseu.
Agora imaginem, um artigo intitulado “Carneiro com 4 cornos” com a respectiva fotografia colado na folha de cartolina deste jornal improvisado. Desafio: Escrever a história para além da notícia. Um mutante? Um carneirinho vítima de um encantamento de uma bruxa? Extraterrestre? (qual é a tua versão da história?)
Outro ângulo, para um novo desafio proposto pela Cláudia: Transformar uma história tradicional num artigo de imprensa. Que tal o “Capuchinho Vermelho”?
Podia ser algo como:
“Hoje pelas 10 horas da manhã, uma pré-adolescente envergando um traje escarlate, deparou-se com um exemplar de Canis Lúpus numa vereda contígua à estrada nacional 116...”
Dá vontade de brincar com as palavras, não dá?

Uma nota triste: A casa das palavras, a “Livraria da Praça” em Viseu, vai fechar as suas portas no mês de Março. Obrigado amigos. Obrigado Fernando, por nos teres dado a diferença entre comprar livros e saborear as palavras.

15 comentários:

maria_arvore disse...

Ai Gaivina,
muito obrigada por divulgares propostas tão estimulantes para escrever. :))

Aliás, todo o projecto que referes me parece um mimo para o desenvolvimento da criatividade :) e para fazer jus aos ditado "os bons morrem cedo". :(

É claro que vou pegar no teu desafio :)) e como adivinharás, na história do capuchinho vermelho redigida na linha editorial do CM (sobretudo no título e foto ;). Se não te importares só vou é postá-la chez moi na 2ª feira; pode ser?...

gaivina disse...

Em Viseu deu textos bem giros...
Na 2ªfeira vou lá espreitar...

marta disse...

Também vou tentar. Quando estiver pronta aviso. Pode ser com qualquer história, ou queres que seja só com o capuchinho vermelho?

gaivina disse...

Para além do fecho anunciado da "Livraria da praça", no ano passado encerrou outro espaço de referência: "O Navio de Espalhos (Aveiro)...

gaivina disse...

Pode ser uma historia tradicional qualquer...até pode ser o "príncipe de orelhas de burro", "O macaco de rabo cortado", "O gato das botas"....Tem mais força se for uma história bem conhecida. Depois convidamos a Cláudia Sousa a visitar o Blog
Passar para a escrita jornalística (com humor)não é fácil...

Toze disse...

O 2º Desafio já está no ar, depois do sucesso do 1º, só podia ser :)))

Aparece :)

rouxinol de Bernardim disse...

Hoje aqui vim pela vez primeira e fiquei bem impressionado com a qualidade do blog. Parabéns!

gaivina disse...

Tozé: Não era para ser um desafio mas acabou por ser... :-) A Maria ficou logo com vontade de escrever...

Sê bem vindo Rouxinol! Espero que seja a primeira de muitas visitas...

Hipatia disse...

hmm...

Tenho um texto antigo que talvez... e talvez depois...

Raios, pássaro de arribação, como resistir a um desafio?

gaivina disse...

Fui lá escutar o nosso amigo Rouxinol e aquilo rima tudo no lugar.
Quanto ao desafio.... Não era para ser desafio, mas como utilizei essa mesma palavra amiúde, a Maria rematou logo que iria escrever um texto. Foi o rastilho:
POR ISSO, A VOZ TEM UM NOVO DESAFIO!
Uma incursão no território da escrita jornalística, mas à nossa maneira...

Hipatia disse...

Já tens a minha resposta :)

gaivina disse...

É só pegar no boneco da livraria, centrado e pequenino.... :)

Toze disse...

Não tenho queda prá escrita, mnas vou ficar atento aos textos :)

gaivina disse...

Tozé:
Uma sanita falante tem imensa graça!
porque é que não nos escreves uma notícia simples de Jornal sobre uma sanita. (Que procura um sanito?):)

Anónimo disse...

Mais Vozes

4 cornos? epá! será a traição ao quadrado?!
fábula | Homepage | 02.21.07 - 6:37 pm | #

--------------------------------------------------------------------------------

AH!AH!AH!...A sério, era uma foto daquelas aberrações que surgem nos campos Britânicos ... Mas acabou por dar histórias curiosas.
gaivina | Homepage | 02.21.07 - 7:12 pm | #

--------------------------------------------------------------------------------

Vou ficar de olho que gosto das ler ; )
ela anda a partir pedra e eu n | Homepage | 02.21.07 - 10:56 pm | #

--------------------------------------------------------------------------------

Linha clara:
Pinta-me um carneiro com 4 cornos ou um capuchinho vermelho...
gaivina | Homepage | 02.22.07 - 1:25 am | #