2007-02-20

Lá onde eu moro...












No bairro onde eu moro, os emigrantes juntam-se numa pressa de esquecer, tentando comemorar o Carnaval...
Eles são muitos, vindos dos recônditos desse enorme país que é o Brasil. Alguns há, que só conheceram o Oceano aqui, quando roubados à boiada de Goiás , pelas circunstâncias da vida. É neste “caldo” de muitas cores que eu vivo.
Uns querem ficar, elegendo a legalização como meta de vida; promessa de melhor existência no “El Dourado” da Europa que somos... Outros, apenas se regem pela aventura de um planeta de portas abertas, vivendo sem questionar; pois o que importa é curtir o momento.
Enganadora esta miragem de uma prosperidade sonhada. Em breve reconhecem os milhares de Portugueses que ao seu lado vivem existências igualmente duras e injustas.
Mas o contacto entre culturas vai-se fazendo e os pares de amantes de distintas origens vão surgindo, à velocidade do Amor.
É um mundo suburbano que vai ganhando corpo na nossa sociedade desbragadamente egoísta.
Se vos falo disto na Voz, é porque existe outra Voz, que nem sempre escutamos.

11 comentários:

Hipatia disse...

Daqui a nada, começo a achar que o Pavlov tinha razão ;-)

E, sabes, em muitas coisas o meu Porto - porque ainda muito resguardado dessa globalização de gentes, costumes e vozes - é ainda mais suburbano e talvez um pouco cego, surdo e mudo.

gaivina disse...

Mas porque é que eu gosto tanto de ti...de escutar a tua Voz?

Hipatia disse...

Eu hoje tinha bons motivos para andar por aqui. E amanhã também vou ter ;-)

maria_arvore disse...

Vivemos num mundo globalizado com a nota dominante de não querer saber do ser humano/vizinho do lado.

E nas áreas metropolitanas portuguesas, cada vez se criam mais guetos, para todos os gostos e feitios, tanto que os mais ricos criaram uns para eles a que chamam condominios fechados.

Quem me dera ter flores nos cabelos como nesta canção que a minha irmã me mostrou:
http://www.dailymotion.com/video/x1022h_sandi-thom-i-wish-i-was-a-punkrocke

gaivina disse...

Boa , Maria!

Hipatia disse...

Agradece por mim à mana ;-)

(mas o nosso mal é não termos nascido demasiado tarde e por isso sabemos ainda melhor o que se perdeu e também o que se ganhou)

maria_arvore disse...

Está o agradecimemto dado. ;)

( e tens toda a razão que temos idade para saber que nem sempre foi assim e que se pode viver de forma diferente).

cap disse...

Gaivina, acabas de ser desafiado a exibir aqui (e no renascido, se quiseres) as 7 maravilhas da tua rua. ;)

gaivina disse...

Preciso de um tempinho, CAP....
Mas vou gostar de escrever...

cap disse...

Escrever ou fotografar, Gaivina. A decisão é tua. :)

gaivina disse...

essa da fotografia é boa coisa....
e pode ser desenho?