2007-03-03

Às escuras


Kaos

E quando o fulano achou que tinha encontrado o momento certo para refocar a luz dos holofotes, vai que dos lados da Luz morre o Bento e o tiro semi-sai-lhe pela culatra. Da semana, rapidamente se esquecerá a manifestação e as fotografias de demasiada gente de cabelos demasiado grisalhos e forte cheiro a aposentadoria (terá sido de propósito?) ou as OPAs que não opam, ou as câmaras ardentes da política municipal. Muito menos se recordará mais um achaque de vedetismo vindo dos lados do ex-ministro das fragatas contra o barco do aborto. O povinho, farto que anda de tudo o resto, reteve na memória um óbito e falava do grande guarda-redes, lamentando a partida extemporânea. Queria lá saber dos PP e afins! É que, se formos a ver bem, para o povinho só recordado de quatro em quatro anos, o futebol, apesar de todos os apitos, ainda lhes dá algumas alegrias por época. Podem até nem levar nenhuma taça, mas de algum jogo hão-de sair vencedores. Mas, com os políticos que temos, há muito que o povinho sabe que está enrascado em armadilhas onde todos parecem ganhar, menos o povinho. E nem importa quantos beijos besuntados serão distribuídos pelas feiras do País.

8 comentários:

Erecteu disse...

A ser assim, o que também me parece, deveriam os políticos na sua OPA de votos pedir a desblindagem do futebol?

vague disse...

Houve uma altura em q eu andei numa feira a acompanhar o séquito. horror e foi só uma, que não tenho feitio e acho deprimente.
não tenho paciência para a hipocrisia da politiquinha.
o PP parece uma verdadeira tia, sei lá :)

Hipatia disse...

Não lhes dês ideias, Erecteu :D É que com a promiscuidade que já se vê, se ainda opam mais um bocadinho, ai é que fica tudo fodido de vez ;-)

Hipatia disse...

LOL

E que andaste tu a fazer por lá? Melhor: como foi que te deixaste convencer a tal coisa? As pechinchas eram boas e a política foi só a desculpa? É que, cá para mim, para a maioria dos políticos carreiristas, isto só pode ser mesmo à conta das pechinchas...

vague disse...

Era a nível da concelhia, fazia parte de uam 'iniciativa' e a modos q me deixei ir. o tipo q nos levava a deixar ir é deputado.
acho q o fui ajudar, logo..................................................................
ele deve-me um favor
:)

Hipatia disse...

E todos sabemos como, nesta política à moda portuguesa, não há nada melhor do que ter alguém a devernos um favorzinho, certo?

;-)

marta disse...

Não, é pior do que isso Hipatia.
Só vale a pena que te fiquem a dever um favor, se fores sificientemente importante, para que possam tirar dividendos, quando to pagarem.
Espero que seja esse o caso da Vanus

Hipatia disse...

Em alguma altura - e com a vontade crescente pelo fuxico - todos podemos ser suficientemente importantes. Afinal, podemos hoje actualizar as palavras do poeta e dizer que todo o mundo é composto de cobranças. Pelo menos no mundo da política ;-)