2006-08-11

Eu gosto é do verão...*



Desprendia-se pela janela aberta o calor da noite, entrando sorrateiro para ir fazer companhia ao calor dos corpos despidos sobre a cama. Havia um silêncio breve, uma respiração cadenciada, um aconchego temperado. Não havia luz, excepto o risco amarelo-torrado em que se transformara a lua num esgar de mudança de ciclo. Pressentia-se por todo o quarto o tempero de silêncios partilhados e sorrisos parados, congelados, em lábios quentes. Jazendo, só havia tempo e desejo e o calor de mais uma noite de verão. Jazendo, só havia dois corpos cansados, iluminados por uma lua breve, brevíssima, no negro do céu. Nem estrelas, nem constelações. Só uma lua amarelo-torrado e o calor da noite, esfumado, e um dedo que percorria ainda o reverso de um joelho.


____
* repost de um texto que antes se chamou lua, para que o tasco fique bem enfeitadinho enquanto cá não estou :)

2 comentários:

Cris disse...

Hummmmmmm!!!!!!! Boas férias, linda!

Hipatia disse...

Obrigada :)