2005-11-14

O 'até já'


É óbvio que os comentários deixados naquele momento de desencanto contribuíram, e muito, para que eu voltasse atrás. Se este blog é só um blog, também é verdade que reúne um grupo considerável e muito interessante de pessoas, que partilham experiências, pensamentos, dúvidas, ilusões. E ter um grupo de pessoas com quem possamos discutir coisas, desta forma... é muito importante.


Não vou conseguir prometer que volto a postar todos os dias; ou sequer que respondo com a mesma regularidade. Quero tentar voltar a escrever "de dentro" e "para dentro", em lugar de borrar com letras um espaço que não sei ter vazio.

Queria ser capaz de coerência e fazer o "até já" que anunciei. Mas dei por mim a escrever testamentos noutros sítios, ainda com vontade de ter uma opinião e expressá-la. Dei comigo a sentir falta de ler as respostas que me dão, as opiniões que querem expressar aqui. E a sentir que, apesar do meu blogue continuar a ser escondidinho, já não é só o meu blogue.

O Substrato ia fechar. Nos últimos dias, andei a seguir a evolução da tragédia anunciada. Hoje, ao chegar a casa, depois de ter telefonado a uma pessoa para pedir ajuda e me aperceber que só o pude fazer porque blogo e assim conheci essa pessoa, descubro que o Substrato já não vai fechar. E, no texto do AdamastoR, estão também os motivos que me prendem à minha Voz: os comentários.

Comecei a Voz sem links e só não comecei sem comentários porque, completamente analfabeta na ferramenta nova com que ia tentar brincar, não sabia como fazer para os apagar. Também comecei a Voz sem contador de visitas. E até hoje não me fazem grande falta, porque não é assim que me deleito com a existência da Voz. Tenho uma média de 50 visitas por dia. E, no entanto, tenho muito mais comentários do que uma média dessas faria prever. E comentários "a sério", mesmo que por vezes também mandem beijinhos. E eu mande também beijinhos em alguns dias.

Há muitos meses atrás, a Duende ensinou-me a pôr links. Em Janeiro, o Draw ensinou-me a pôr um contador e descobri já não sei onde - talvez no Old Man - como fazer para ter os Referrers no fim da página. Depois, numa brincadeira começada numa caixa de comentários, lancei o primeiro desafio. Está ali ao lado e é um dos meus orgulhos, quando penso nestes tantos de meses a blogar. Por causa dele, está outro desafio ali em baixo, repleto da genialidade e da generosidade que, hoje em dia, parece já só quase haver na blogosfera.

E o blogue que começou sem links e só não começou sem comentários porque eu sou mesmo burra nestas coisas, hoje tem o CommentThis! (que teve um treco e está "em armazém" para quando passar o treco) e mais o Haloscan (que quase me faz chorar, por me apagar os comentários com mais de seis meses) e os comentários do Blogger, que quase nunca deixo visíveis. Mas vão ficar agora. Até o CommentThis! voltar. E são três sistemas de comentários porque o meu vício já não é tanto escrever. É ter a vossa companhia; a vossa simpatia; as vossas opiniões.

Continuo a precisar de férias e às tantas não é afinal da Hipatia que preciso de férias. É de mim. Culpar o blogue da minha sem vontade, ou o nick com que assino, não vai resolver nada. Até porque chega a um ponto em que o blogue não é só um blogue. O Adamastor hoje fez-me pensar nisso. E, portanto, a culpa é dele. Qualquer coisinha, sigam o link :))

17 comentários:

moStrenGo adamastoR disse...

O que vale é que tenho as costas largas... ;-p

PS: Não tires férias de ti própria... Leva-te contigo!

Hipatia disse...

Essa é a parte complicada: temos de conviver connosco 24 horas por dia, 365 dias por ano... há dias em que só podemos mesmo estar enjoados de tanto "eu". E como a Voz é um blogue egocêntrico, acaba por pagar por tabela ;-)

Deixo-te também aqui o "obrigada" que mereces.

Mocho Falante disse...

Uff, estava a ver que te perdíamos na blogoesfera...vai lá de férias e volta se faz favor

maria_arvore disse...

Oh Hipatia
agora ia-me dando um treco! Tenho andado pouco pela blogoesfera e quando dei com o teu texto assustei-me a pensar que ia perder mais um dos meus blogues favoritos.

Felizmente não é assim... ufff!!!
É que por mais que a vida custe, sempre é um gosto estar uns minutos do dia nesta tertúlia.

Os contadores são a ilusão porque o jornal mais vendido em Portugal é a A Bola e tempos houve em que esse galardão era da revista Maria.

Obrigada por continuares com este prazer partilhado. :)

Hipatia disse...

Nunca posso tirar férias nesta altura do ano, Mocho ;-)

Bem, a verdade é que o AdamastoR me fez ver as coisas pela perspectiva contrária. Como disse no post, a culpa é dele :)) E já decidi que vou só abrandar o ritmo ;-)

Hipatia disse...

Confesso que a tal tertúlia é o bónus com que não contava, Maria Árvore. E o uso que dou ao contador é apagar a mensagem que me mandam para o e-mail todos os fins de semana. Porque não é isso que importa. Importa-me muito mais saber que, quando lanço um desafio, respondem-me com textos com a qualidade dos que estão ali em baixo; importa-me mais saber que, por aqui, consigo que as pessoas entrem em diálogo, que se conheçam um bocadinho, que partilhem comigo este querer estar na Net; importa-me saber que, porque blogo, tenho hoje mais amigos; importa-me saber que, da mesma maneira que eu iria sentir a falta de um "alguém" que desaparecesse, de certa forma consegui o milagre de também já fazer falta a alguém.

Os números não me importam muito. As pessoas, sim. E, felizmente, tenho "pessoas" nas minhas caixas de comentários. Nunca tive números.

espumante disse...

Livra-te de ires de férias. Há uma semana que ando a tentar entrar na Voz e só hopje consegui, chego aqui e dás de frosques...
Foi uma sensaação assim a modos de andar uma semana a tentar conquistar uma dama, conseguir e depois ficamos a olhar para ela sem saber o que fazer...
livra-te, gaja do Norte... livra-te
:))

Hipatia disse...

Não conseguias entrar no blogue porque eu sou teimosa, Espumante. E não apaguei do template o CommentThis! quando lhe deu o treco. Fiquei à espera que voltasse e, como andava mesmo sem vontade de escrever, ter o blogue a demorar uma eternidade a abrir não era nada de desesperante. Hoje alterei o template e fiquei sem As Vozes. Para ver se volto a ter vontade de escrever :)))

No fundo, acho que tive um ataque de caspa e já está a passar ;-)

jose quintas disse...

mulher dos infernos :))
quase me convenceste a voltar a abrir a caixa de comentários por me teres lembrado que foi através deles que conheci pessoalmente cerca de 2 dezenas de pessoas e nenhum desses conhecimentos se revelou perda de tempo. alguns deles converteram-se mesmo em amizades.
só não o faço porque não posso nem quero entrar no meu blog todos os dias sob pena de me cansar dele demasiado cedo (a sério) e porque a atenção que um blog acaba por exigir pode distrair-nos de aspectos mais básicos mas vitais para a sobrevivência duma pessoa não só virtual

escrito isto, admito que fiquei feliz sem aspas por ter acompanhado estes últimos dias do substrato e ver que que a presença dos comentadores terá contribuído para que um dos meus blogs preferidos não desapareça

Hipatia disse...

E tu nem imaginas a quantidade de vezes que já comecei posts que seriam a resposta que te queria dar e não podia, à conta de não teres caixa de comentários; e os tantos de mails que ficaram pelo caminho. Mais cedo ou mais tarde, vais voltar a acabar escarrapachado aqui na Voz. Porque é um tormento ter o que te dizer e não conseguir fazê-lo. Mesmo que perceba os teus motivos. Porque percebo. Mas não deixa de ser frustrante para mim (acho que "para nós") que te lemos e continuamos à espera da actualização do blogue que não pára de mudar de nome :))

E, sim, custou a ideia de ficar sem Substrato. E andei por lá no fim de semana, tipo "cauda caída", tristinha. E deixei os comentários que sabia ou podia. E estou feliz por ter o AdamastoR a postar outra vez :))

(mulher dos diabos vai-me bem; nunca tive vocação para santa, ihihih)

sofia. disse...

Eu por mim continuo por aqui
:)

Cristina disse...

como eu te compreendo! e tu gostas de escrever, eu não :))
já tenho dito por aí que, o que me fascina são mesmo, as pessoas e a relação que estabeleço com elas, esse é o verdadeiro vício.

gosto de ti :))

Hipatia disse...

E és sempre bem vinda, Sofia :)

(nunca poderia bastar apenas uma Sofia nesta Voz ;-) )

Hipatia disse...

Eu nem sei se gosto de escrever, Riquita. Acho que preciso de escrever. Não é bem a mesma coisa, tu sabes. Mas cansa-me. Profundamente!

Mas fiquei outra vez "de rastos" por me ver sem todos os comentários d' As Vozes. E a falta que me faz toda a simpatia que por lá, quem me lê, me sabe sempre deixar :)

Também gosto de ti :))

mad disse...

Olá Hipatia.
Não o hábito de comentar mas já me habituei a ler-te diariamente.
Percebo as razões que te movem mas não quis deixar de te dizer que me vais fazer falta.
Espero que te mantenhas fiel principalmente a ti.
Toma lá beijinhos.

Hipatia disse...

Mad, obrigada :)

Não vou desaparecer. Só abrandar o ritmo. Estou a precisar ;-)

Mas o vício é terrível. Tanto que estou aqui (nem que seja 5 minutos, para responder aos comentários), em lugar de estar a comprar as prendas de Natal, que era o que estava planeado ;-)

Beijinhos também. E volta sempre que tiveres vontade.

Anónimo disse...

Mais Vozes

Um blog, depois, é também nosso. Se cakhar uma pausa far-te-á bem. Ou um novo blog, com outras cores e outro nick. Mas escreve, sempre. E diz-nos onde andas, para te podermos ler. Obrigada.
Angela | Homepage | 11.14.05 - 3:45 pm | #

--------------------------------------------------------------------------------

(Se deres uns euros ao Haloscan, os comentários ficam lá todos. )
Angela | Homepage | 11.14.05 - 3:45 pm | #

--------------------------------------------------------------------------------

Sou fiel por natureza, Angela. Acho que, se um dia fechar a Voz, não quero mais nenhum blogue. E vou ficar por aqui

Quanto ao Haloscan, não leva euros. Tenho a certeza que o CommentThis! ainda volta mais esta vez e, ai, volto a ter as minhas Vozes gratuitas onde, por sistema, costumo pôr os comentários do Haloscan antes que desapareçam
Hipatia | Homepage | 11.14.05 - 6:57 pm | #

--------------------------------------------------------------------------------

Olha, não ficou gravado o meu comentário!
Paciência, pronto assim seja.
Beijinhos e não fujas do blogue nem acabes com os comentários.
rabiga | Homepage | 11.14.05 - 7:43 pm | #

--------------------------------------------------------------------------------

Tentei, formiguinha Mas falhei redondamente: primeiro houve a história do carro, que me apetecia partilhar; depois, o genial filme do Fernando Meireles; por último, o AdamastoR. Foi uma fuga da treta, apesar de a ter começado resolvida a levar o "até já" em frente
Hipatia | Homepage | 11.14.05 - 7:49 pm | #

--------------------------------------------------------------------------------

Ainda bem que falhaste! Escreve o que queres, quando quiseres. Deste lado há quem sempre volte à tua casa. Por puro prazer
Lisa | Homepage | 11.15.05 - 11:14 am | #

--------------------------------------------------------------------------------

Obrigada, Lisa E parabéns pelo sobrinho novo, tia babada
Hipatia | Homepage | 11.15.05 - 10:18 pm | #