2007-01-28

O Irão já está a arder?

THE BEST WAR EVER -- by John Stauber & Sheldon Rampton


O nosso problema está antes numa situação em que o Império Americano não sabe o que quer nem o que pode fazer com o seu poder, nem quais são os seus limites. Limita-se a repetir que quem não está com ele, está contra ele.

Eric Hobsbawm - Tempos Interessantes


Já não tenho hoje qualquer dúvida de que Bush ficará para a História como uma espécie de Nero pós-moderno: uma figura menor e minguada mas, até por causa disso, profundamente perigosa.

7 comentários:

Anónimo disse...

O pior é que a merda que fizeram, não tem retorno nem hipótese de ser emendada.

TheOldMan disse...

Cada país tem o governo que merece.

E se o governo português é a súmula do que somos como povo, Bush é o icone do espírito americano.

Nero também foi muito apreciado no seu tempo...

;-)

maria_arvore disse...

Os grandes Impérios não tendem a criar Imperadores cada vez mais absurdos quanto mais se sentem donos do mundo?... ;)

Os americanos já tinham ameaçado com o Reagan mas o Bush supera toda as expectativas para representar tudo o que de mais crasso existe na mentalidade americana.

Hipatia disse...

Não, já não tem volta, Marta :(

Mas o que me assusta é que nem assim aprenderam e, agora, parecem todos empenhados em virarem-se para o Irão... como se o vespeiro não estivesse já acossado em excesso.

Hipatia disse...

A questão, Old Man, é que todos os Impérios antes deste pareciam saber melhor ou pior para onde iam e para onde levavam o resto do pessoal. E resumir os americanos a este neo-con (adoro esta expressão; faz-me sempre pensar em coninhas, lol) idiota assusta-me mesmo. O Bush nem sequer me parece a súmula do espírito americano. Parece-me apenas a sua carranca, bem aldrabada e feiosa, a fazer o jeito a uma série de interesses que o puseram no poleiro e que, sem apelo nem agravo, mandam americanos pobres para a guerra e para os calabouços todos os que ousarem não "estar por eles".

Hipatia disse...

Sim, acabam por entrar em autofagia, devorando os melhores entre eles e deixando apenas os mais espertalhaços para se agarrarem às tetas do poder. E o Bush representa, de facto, o que há ali de pior, até por todo o enredo que suporta o suposto líder e que, mais que suspeitado, se torna evidente perante as debilidades evidentes da figura. Depois de Bush, haverá ainda espaço para qualquer resquício de credibilidade de uma América que quer ser senhora do Mundo, mas parece não saber que todo o poder, se não for doseado com inteligência, apenas se auto-consome?

Anónimo disse...

Mais Vozes

Gosto particularmente da parte do "seis dias,... seis semanas,... duvido que seis meses..."
Jorge | Homepage | 01.28.07 - 9:16 am | #

--------------------------------------------------------------------------------

Viu-se
Hipatia | Homepage | 01.28.07 - 9:01 pm | #

--------------------------------------------------------------------------------

Bush e Nero, personagens da mesma "família", ora aí está! de são, Bush não tem nem um pouco, mas já de louco...
fábula | Homepage | 01.29.07 - 2:29 pm | #

--------------------------------------------------------------------------------

Só lhe falta a cítara, não é?
Hipatia | Homepage | 01.29.07 - 9:08 pm | #