2007-05-15

Urubuzadas


aqui


Se a economia está a crescer, quem é que está a desviar em proveito próprio o meu poder de compra que não pára de diminuir?

12 comentários:

Windtalker disse...

Será uma irregularidade espacio-temporal económica neste ocidental extremo europeu, qual anticiclone dos Açores?...

Hipatia disse...

eheheh

Deve ser, deve... Ou será que todos fazem contas de cabeça "a la Guterres"?

gaivina disse...

Como sempre fazem umas belas habilidades com os números!
Faz lembrar o Circo pobrezinho da minha terra onde o número mais popular era o da mulher barbada!

Hipatia disse...

Ah!... Mas olha que neste nosso paísinho os barbados desta vez são apenas os do costume. E não têm barba rija, porque lhes falta muito para serem mais do que abutres.

gaivina disse...

Como digo dos adolescentes: Não têem barba para a cara nem cara para a barba.
São uma cambada de rapazinhos habilidosos (tirando um secretário de estado que prezo muito...com paciência para aturar os devaneios de uma ministra...)

Hipatia disse...

Eu estou muito confusa com estas contas. Muito! E mais confusa ainda com a possibilidade de haver uma ovelha extraviada num qualquer ministério.

lol

Erecteu disse...

Eu explico: Pa uma economia sã a massa nã para, né? O carcanhol há-de aí ir ter, nã saias, tá?
Se tiveres dúvidas recapitula o principio dos vasos comunicantes, se nã der vê isso pelo lado da teoria ca relatividade.
Já agora: '´`´ ´ ficam páqui estes assentos que nã tou com pachorra pa rever. (Peceb'agora o qu'é economia? De tempo, p. ex.

Bjs

Hipatia disse...

LOL

Deve ser deve...

Então porque estou com a sensação que mais vale é pôr-me a mexer - e rapidamente - para ver se não desaparece o pouco que resta nestas idas e vidas da economia à la carte?

I. disse...

Se alguém vir por aí o meu poder de compra, avise. O malandro pôs-se ao fresco e estou com receio que não volte...
Já agora, um apelo: vem p'ra casa, meu lindo. Vá, já preparei uma festa para você, e até já comecei a fazer cortes em despesas supérfluas para melhor o receber.
Ass: alguém que não te amava mas pelo menos já estava habituada à sua presença.

(dei por isso no mês em que me aumentaram os 2% da praxe e o meu salário líquido diminuiu em relação ao mês anterior. Magia? Não...)

TheOldMan disse...

Hipatia, o poder de compra tem muito pouco a ver com economia (pelo menos é a conclusão que sou obrigado a tirar).

Ora se a melhoria da economia é regulada pelas condições financeiras de (admitamos) determinada empresa; se essa empresa para melhorar o seu estado económico/financeiro aproveita para explorar um pouco mais os seus funcionários... é natural de o se estado financeiro melhore em proporção inversa ao dos funcionários que para isso contribuiram.

Não é justo. Mas lá que é elementar, não há dúvida nenhuma.

;-)

Hipatia disse...

Pensa positivo, I: hoje foi o teu último dia de trabalho que apenas serviu para pagar impostos. E foi SÓ mais um dia que o ano passado. Com este fantástico crescimento que agora andam a anunciar, a partir de hoje podes começar a ficar rica ;-)

(mas não digas a ninguém em que porquinho fizeste a poupança, ou ainda aparece um reco qualquer para te ficar com ela)

Hipatia disse...

A quem o dizes, Old Man :( Trabalho num sector que todos os anos anuncia lucros pornograficamente elevados, enquanto vai pagando cada vez pior a quem trabalha já quase só para aquecer.