2008-09-16

À espera da chuva




Este blogue está em decadência! Não tenho tido tempo para ele e nem sei se, nos próximos tempos, essa situação vai melhorar. Tenho pensado até em fechar as caixas de comentários: pois se eu não comento ninguém, este monólogo em que transformei a Voz não merece o vosso cuidado de por cá deixarem um comentário. Só não o fiz ainda porque sempre achei que um blogue precisa de caixa de comentários e que essa é a única forma de o distinguir em alguma medida de outras formas de diário.

Depois, estranhamente, quanto mais calada fico, quanto mais quedo e silencioso fica o blogue, mais visitas parecem aqui arribar: um blogue sem posts e uma blogger que não exerce, têm uma média de 130 visitas diárias. Coisa estranha! Será por (ver imagem), lá por terras de Vera Cruz, a Voz ser tão popular? Outra coisa estranha!

E, daí, talvez não seja assim tão estranho: eu publiquei uma entrada com
o título "the best sex scene ever made" e, depois disso, o sitemeter permanece num eterno estado de excitação. Ao fim de quatro anos (aproveito para agradecer à Maria Árvore não se ter esquecido do aniversário da Voz) já devia saber que o sexo, por este como em todos os lados, rende sempre.

O pior é que eu não tenho tempo ultimamente e, convenhamos, nem sei se me apetece reservar a Voz para rapidinhas ou, pior ainda se a tendência de ausências se mantiver, para uma pouco saudável masturbação entre mim e o meu umbigo com letras. A ver se com as chuvas de Outono mudo isto…

6 comentários:

claire disse...

Beijo para o teu quarto, tenho um papel colado ao frigorífico com as datas dos anos e mesmo assim não dou os parabéns a tempo e horas.

Hipatia disse...

Agora imagina eu, que o blogue fez anos há quase um mês e só agora estou a agradecer os parabéns ;-)

Beijos!

I. disse...

É só para avisar que cá por terras da moirama a chuva de outono já chegou :D

(como te compreendo a inactividade... se calhar é pelas mesmas razões)

espumante disse...

Olha... são fases. E quanto aos comentários, tu não tens poucos, estavas é mal habituada com comentários às dezenas. Eu creio que o que se stá a passar é um abrandamento generalizado no número de comentários. De um modo geral isso acontece a toda a gente. Tenho reparado nisso. Há blogues com grandes audiências e quase nenhuns comentários. Excepção para os blogues de referência (que sainete...) que continuam a ter dezenas de comentários de gente que normalmente não tem blog ou tem blogs com audiência reduzida e vêem-se (desculpa o termo) em comentar nesses blogs que sabem ter mais de mil visitas por dia.
A falta de comentários não significa menos vistas. Eu roço fequentemente as 400 por dia e tenho muito pouco comentários, lembro-me de quando andava nas cento e tal e tinha resmas de comentários. Aliás eu próprio quase não comento agora. Habituei-me a comentar fazendo um post no meu blog quando o assunto me interessa, fazendo o respectivo link.
Última coisa: Por caso não me esqueci dos teus anos. reparei na altura e depois adiei, adiei, adiei e acabei por me esquecer. Fica aqui um grande beijinho pelo teu quarto ano que é já uma eternidade. E fica porque sabes que gosto de ti e da Voz. Mesmo quando te salta a tampa e dizes coisas com que não concordo nem um bocadinho. Além disso tens os tais olhinhos de princesa e eu, para o bem ou para o mal, pertenço a uma casta de homens que ainda repara nos olhos das mulheres.
Amen
:)))))
E beijinhos, E tu estás é cheia de mimo, mas isso passa depressinha, viu?
:))
XXXX

Hipatia disse...

Aqui não, mas não deve faltar muito, lol. De qualquer forma, esta chuva ainda não vale: ainda não é daquela que nos faz apetecer o borralho ;-)

(eu - que não aprendo! - arranjei mais lenha para o meu inferno; quando (e se) houver mais novidades, conto ;-))

Hipatia disse...

Não estava a falar da falta de comentários na Voz, Espumante :D Eu, que há muito tempo quase não comento ninguém, é que não mereço que me comentem ainda. É ao contrário ;-) E as ausências são as minhas, não as dos outros: costumava publicar todos os dias, alguns textos bem grandes, quase todos com mais do que os arremedos que vou largando ultimamente e costumava também fazer-me presente nos blogues amigos. Desde que tenho o bloglines, suponho que nem os deixo saber que os leio – sempre – mesmo sem deixar rasto. E também não me estava a queixar por não terem dado os parabéns à Voz. Pior do que isso é, por exemplo, ter-me esquecido de dar os parabéns pelo aniversário da I (desculpa I!), mas andava sei lá onde, por certo bem longe dos blogues.

Quanto a tudo o resto, tirando a parte dos elogios aos meus olhos, concordo contigo. E também gosto de ti, porra!, até quando as tuas ideias sobre política e o futebol me fazem questionar a minha lucidez :D