2005-05-10

Valham-me todos os santinhos e mais alguns!


aqui

Há mesmo gente muito burra. Tão burra, tão burra, que nem sabe onde deve parar. Pior ainda, que não sabe que há músicas que ninguém quer ouvir. Porque não há mesmo pachorra para gente burra.

Tirando a hipótese de andarem à caça da única visibilidade possível aos enrascadinhos, porque raios estes asnos se mudam, volta e meia, para as caixas de comentários de blogues de gente inteligente?

É que a inveja misturada de burrice, mais as dores de corno sucessivas e amordaçadas, não conseguem explicar tudo, porra!



Post Scriptum:

Para que não haja dúvidas, declaro expressamente que adoro os meus comentadores e isto não tem nada a ver com eles.

5 comentários:

jorge disse...

a imagem é fantástica!

Hipatia disse...

Era suposto ser um burro a dar música, Jorge :) Mas às tantas o burro não merece, coitadinho...

espumante disse...

ufff estou mais descansado. Já te posso comentar à vontade
:))

Hipatia disse...

O mal é eu ser incapaz de resistir a ler (só de vez em quando, felizmente) quem me irrita profundamente, Espumante. Em casa alheia, o que é pior. É que por aqui - e felizmente - acho que já descobriram do que a casa gasta e como o pavio da minha paciência pode ser curto. E se não bastarem as minhas reacções explosivas, posso sempre apagar. Agora, na casa dos outros somos visitas, certo? Qual será o mal de mostrar algum respeito, algum decoro e, já agora, alguma inteligência para saber onde e quando parar?

Mas tu podes mesmo estar descansado. Gosto sempre dos teus comentários :)))

Anónimo disse...

Mais Vozes

Hipatia, o q há mais é gente assim; não sei nem interessa para o caso saber quem são, mas eles andem aí , ai andem, andem!

E a sacanice, a hipocrisia da cobardia e da falta de os ter no devido lugar é mais visível aqui, net, onde o anonimato propicia a torpeza de alguns q lá fora se calhar não iriam a metade do q aqui dizem. Pq lá fora é possível um ajuste de contas, aqui não (por acaso já sugeri um duelo com alguém, mas, intimidado, o rapaz piou mais fino, não fosse o caso de eu ser uma tresloucada assassina. Resultado: Ganhei um fã


E relativamente às baixarias, falo de cátedra, pois fui alvo de gente pretensamente inteligente q me entupiu o outro blog de comentários. Mas como ele já tinha cumprido a sua missão fechei-o e fiquei in peace and love

Beijos, e olha, eu gosto muito do animal chamado burro, q é mto desvalorizado por ser o parente pobre do mais esguio cavalo. Os burros são de uma ternura imensa (não descontextualizes a última frase, please )
vague | Homepage | 05.10.05 - 3:13 pm | #

--------------------------------------------------------------------------------

Tal como a Vague, também gosto de burros e em espcial do Catalão, com pêlo branco à volta dos olhos.
.
Agora sou de opinião que não se deve perder tempo com quem perde tempo a comentar coisas de forma desajustada.
A estupidez insiste sempre.
.
Beso
corpo visivel | Homepage | 05.10.05 - 5:59 pm | #

--------------------------------------------------------------------------------

Cheguei a casa cheia de intenções de apagar este post. Só o ter escrito à hora de almoço já tinha tido o "efeito desabafo" pretendido. Mas, depois, apanho com respostas como estas vossas e fico maniatada. Como apagar um post (ainda que tão pobrezinho) com tamanha qualidade nas respostas?

Obrigada às duas. Acho que já disseram tudo o que havia para dizer

Beijos
Hipatia | Homepage | 05.10.05 - 7:25 pm | #

--------------------------------------------------------------------------------

Tonta! Apagar uma coisa tão bonita e sentida.
Um abraço daqueles.
vague | Homepage | 05.10.05 - 9:22 pm | #

--------------------------------------------------------------------------------

É que há guerras que não são minhas, Vague. Mas depois também há aquele meu feitio que me impede de estar calada

Beijo grande!
Hipatia | Homepage | 05.10.05 - 10:41 pm | #

--------------------------------------------------------------------------------

O burro, não tem de facto, culpa nenhuma. Não tenho eu é paciência nenhuma para gente-burra, pois essa sub-espécie asinia da raça humana é a responsável por "secas, maçadas e acessos de narcísicas atitudes de oca arrogância. Pois...
Mas se a mim me chamassem burro...tinham de fazer o tal duelo que, ali em cima, a Vague menciona. E um burro pode ser perigoso...se não em atitude, em coice seguramente!
abf | Homepage | 05.10.05 - 10:42 pm | #

--------------------------------------------------------------------------------

"asinina" queria eu dizer...upsss (e lá vopu eu entrar na sub-espécie...ohhhh)
abf | Homepage | 05.10.05 - 10:43 pm | #

--------------------------------------------------------------------------------

Apagar o post? nem te atrevas rapariga!
j.p. | Homepage | 05.10.05 - 11:02 pm | #

--------------------------------------------------------------------------------

abf, parece muito mal se eu pedir mais? Andava com tantas saudades de te ler assim... como hei-de dizer... quase picado pelo mosquito que me picou a mim à hora de almoço

Beijo, que já andava mesmo com saudades tuas

(e um dia vamos falar acerca de comentários "abertos"!)
Hipatia | Homepage | 05.10.05 - 11:06 pm | #

--------------------------------------------------------------------------------

Depois dos comentários que encontrei, quem se atreveria, J.P.?

Cá fica, portanto.

Obrigada
Hipatia | Homepage | 05.10.05 - 11:07 pm | #