2006-11-19

E depois dos bispos…


aqui

Mergulho o corpo no quente da água que me aquece o frio do dia que passa e da saudade que fica. E apenas sobra a imaginação que me leva até ao teu corpo, os teus braços, os pelos do peito onde gosto de roçar o meu peito que se alegra, engrossa, engolfa de sangue os mamilos que te acenam, para que os abocanhes ainda mais um bocadinho. E é quando pressinto como o teu corpo corresponde, quando imagino como o teu corpo engrandece cada poro de cheiro a sexo e o sexo que se levanta em saudação, que remeto o tesão para o quente da água e os dedos que tacteiam a falta que me fazes, neste domingo sonolento e chuvoso em que só a imaginação preenche o meu corpo do teu, os meus lábios do teu sabor…

18 comentários:

Miguel Marujo disse...

abençoados bispos...

gaivina disse...

Gosto tanto quando escreves assim... Lembra-me outra Mulher em chamas de que já falei.
Afinal, as mulheres são feitas dessa mesma matéria misteriosa e sensual. Mas sempre desvendável.

TheOldMan disse...

E isto apenas a jogar xadrez.

Imagino como será "the real thing"...

;-)

gaivina disse...

Gosto da foto...muito.

maria_arvore disse...

Grande Hipatia!
Há fantasmas tão dedicados e presentes que nos dão banho todos os dias.;)) Ou plagiando os Clã, cheios de «competência para amar». :)

gaivina disse...

Eu gosto dessa tua subtileza de comentários bem femininos. Os homens nem suspeitam da beleza da construção do imaginado, que fazem depois de os terem utilizado....mesmo que sejam apenas fantasmas.

Anónimo disse...

Como você está certa, querida Gaivina. Homem é mesmo assim!

Neusa

Hipatia disse...

Achei que ficava bem receber alguém assim, caso viesse cá procurar padrecos ;-)

Hipatia disse...

Gosto de ver a coexistir na Voz um texto como este e um texto como o teu. Devias escrever mais :)

Hipatia disse...

Obviamente que seria "xeque ao rei", Old Man ;-)

Hipatia disse...

Gostas sempre das fotos que têm fogo, lol. Porque será?...

:P

Hipatia disse...

E há provocações irresistíveis, Maria Árvore :) Sempre gostei de um bom mote ;-)

Hipatia disse...

Neusa, pssttt... é "um" Gaivina ;-)

Hipatia disse...

Sabes, Gaivina, penso que é essencialmente pela construção do imaginado que nos tornamos, tanta vez, impenetráveis uns aos outros. Mas não há nada que justifique a ausência de tentar descobrir :)

gaivina disse...

Conversinha boa!..... Assim é que eu gosto.
Quanto ao fogo...como descrever a brasa do desejo...
E o que fazemos para colmatar a situação?
Cá para mim, um bom duche arrefece um pouco a situção...

Hipatia disse...

Sempre gostei de ver o circo a arder ;-)

vague disse...

Linda menina a escrever assim.
Não está na hora de mais um desafio? :)

Hipatia disse...

Sugestões?