2010-01-15

Sustentando o défice



(nos meus, foram 10 cêntimos; houve tempo em que se tomava um café com vinte paus...)

21 comentários:

deep disse...

Nos meus... nem reparei!

Paulo Abreu e Lima disse...

Comprei livros de capa dura do Tio Patinhas por 10$00. Era um dos meus vícios junto com os sugus de ananás ou tabuletes Regina de morango.

Bartolomeu disse...

Um amigo meu, decidiu deixar de fumar ha quase 2 anos e foi juntando o guito que queimava... agora apareceu-me à porta com uma moto 4... disse-me que a comprou com a massinha que juntou.
Eu não fumo, mas se o fizesse e decidisse o mesmo que o meu amigo... ao fim de 2 anos a amealhar... enfiáva-me no elefante branco e só saía quando estivesse teso.

Hipatia disse...

Eu fui obrigada a reparar: a máquina recusou-se a devolver os pregos por ainda lhe faltar uma moedinha :(

Hipatia disse...

Nunca fui muito de doces e não sobrava muito para vícios. É que, de certa forma, acho que sempre associei o vício a qualquer coisa para que a minha mãe recusasse dinheiro. Os cigarros – que comecei a comprar avulso numa papelaria –, tinham um carácter transgressor apelativo. Depois, experimentei outras coisas, mas só fiquei viciada em café e cigarros. Apesar de tudo, podia ter sido pior.

E sabes do que andei à procura e não encontrei para usar no post? De uma das canções do álbum 84 dos Trovante, chamada "Esplanada". A certo passo, o Represas canta "deixo vinte paus na mesa e vou apanhar boleia" :)

Hipatia disse...

Eu já tentei várias vezes e até já me aguentei 6 meses sem fumar. Mas os cigarros são uma muleta fácil, Bartolomeu. Depois, esta coisa de me tentarem proibir não ajuda, admito. Há limites para a ingerência da coisa pública na minha vida. Talvez o mal esteja em nunca ter usado o truque do teu amigo: é que sou mesmo forreta e esse dinheiro poupado talvez se transformasse no gatilho certo. O mal é o bem que me sabem certos cigarros e não estou a ver como prescindir desses em específico :)

aNa disse...

eu ainda estou a desbundar os que comprei no free-shop, na ida para angola (não fumo quase nada, eu sei). mas nem imagino qto foi o aumento.

Paulo Abreu e Lima disse...

Bartolomeu, não tenho a menor dúvida que terias de sair do elefante branco teso, mas com dinheiro :D

Hipatia,
Vou tentar encontrar essa música...

Paulo Abreu e Lima disse...

Aqui o vídeo com mau som

Bartolomeu disse...

:)))
É difícil não sair teso do elefantinho, mas tambem é muito fácil, saír de lá sem um chavo!
Mas a vida é assim, Paulo, e depois... ha "coisas" que só o dinheiro pode comprar!
;))))

Hipatia disse...

Acho que aumentaram todos 10 cêntimos, para que os que ainda fumam continuem a abastecer os cofres do Estado, apesar das leis, aNa.

Hipatia disse...

É isso mesmo, Paulo. Acho que vi aquele concerto no Coliseu do Porto. Na altura, fiquei fascinada com a versão ao vivo do "Molinera", mas no "84", com o tempo, o "Esplanada" foi sendo das que mais gostava e é uma pena não haver uma versão decente na net. Até porque, com o passar dos anos, acho que passei a apreciar os Trovante como, na altura, nunca cheguei a fazer.

Hipatia disse...

Meninos, estou para aqui muito interessada com o vosso conhecimento da versão moura do Pérola Negra. Podem continuar :)))

I. disse...

Não sei, que ainda estou a gastar do volume que comprei no aeroporto (para destinos da UE não há dispensa de imposto, e paguei-os ao preço normal, humpf). Mas também me lembro da bica a vinte paus, mas melhor a 25: foi aos 15 que me viciei no café e tabaco. O SG gigante (uma bomba, na altura) custava 97$50, depois passou para 107$50; fazíamos vaquinha para comprar :)))
(sugus era de morango, mas mais na primária. um pacotinho ao sábado, mamãe comprava no café, xim. as tabletes da regina de morango e ananás... hum. já não há, pois não? nem os lápis de chocolate, ou as sombrinhas. :(()

Paulo Abreu e Lima disse...

I,
Há trinta anos podia-se ir à rua sozinho com 9 anos (as tabletes voltaram, mas nunca mais experimentei, os guarda-chuvas de chocolate desapareceram, ah e adorava meter três Hellers de 3 sabores diferentes ao mesmo tempo na boca) :D

I. disse...

E eu não sei?!?! Com essa idade já ía para a escola sozinha, e antes disso, ao pão e à mercearia. Mas mamãe é que tinha o poder económico e alimentar, e não havia cá doces mais que uma vez por semana ;)
Heller, não, bigada, gomas não era a minha praia. Mas chocolate é vício de família (os sobrinhos também carregam essa adição no adn, benzósdeus :D)

Paulo Abreu e Lima disse...

Os hellers não eram gomas, mas rebuçados em forma de bola com o envolucro de plástico transparente. Eram de laranja, tangerina e limão, tão fortes que arranhavam o céu da boca. Acho que ainda existem. Ao pacote de sugus tirava cada a um o papel e juntava os dez bem apertadinhos até colarem entre o indicador e o polegar, fazendo um sugo gigante que alternava com os três hellers. Depois, havia os chupa-chupas de laranja com o desenho de laranja. Quanto aos chocolates, além das Reginas, marchavam os Galacks de chocolate branco e os salames (lembras-te?). esqueci-me das bolas de neve e dos gelados de gelo de ananás da Olá.

Tenho a ligeira impressão que sou bem mais velho do que tu! :)

I. disse...

Já 'tou a ver. Julgava que eram aquelas gomas quadradas, que vinham num celofane. Esses rebuçados não deixavam a língua pintada, os vermelhos e verdes, pelo menos? Se são os que penso eu adorava isso, eram hiper ácidos, uma maravilha. Os chupas com o desenho da laranja, pois claro que me lembro! E as bolas de neve - mamãe não amava rebuçados, dizia que eram só tinta. Mamãe era assim a modos que a asae da minha vida, e também não me comprava bolas de berlim na praia por causa do calor e o creme e coiso.
Salame: eu sou especialista, a fazer E comer. Iam. Já os Galacks, são um bocadinho mais tardios, não? Mas também não sei, que eu não como chocolate branco. Sou uma gourmet e gourmand, choc branco NÃO é chocolate :P
Avançamos para as pastilhas gorila e super-gorila? :D Queriam as chiclets ser tão fixes.
(és nada, pá. colheita de 71, aqui como a nossa c'rida - b'jinho!- Hipatia. já cantam 38 e não falta muito para os 39)

Paulo Abreu e Lima disse...

Confere: um "niquinho" mais velho, mas tens muito boa memória :P

(não me deixavam comer pastilhas porque me diziam que houve um puto que as engoliu, tapou os intestinos e moooo...RREU!)

Hipatia disse...

Só para avisar os meninos que ainda há guarda-chuvas de "chicolate" sim senhores. Ainda este fim-de-semana a mana e eu ficamos a olhar para eles e a babar, tendo ambas estoicamente resistido à tentação. Mas, por vossa culpa, estou a pensar seriamente mandar o estoicismo dar uma curva ao bilhar grande :D

Anónimo disse...

Mais Vozes

deixa de fumar miúda
cachucho | 01.17.10 - 11:53 am | #

--------------------------------------------------------------------------------

Mais fácil falar que fazer
Hipatia | 01.18.10 - 12:04 am | #