2004-12-07

Ele há dias que...


sofanar Posted by Hello



Estou demasiado cansada, demasiado aborrecida, demasiado zangada, demasiado magoada...

Mas por que raios me levantei eu hoje da cama?

Os dias miseráveis deviam vir com nota prévia de precaução!



(...ainda bem que amanhã é feriado e vou poder sofanar o dia inteiro...)

6 comentários:

Mofo disse...

Que tal está a correr a sofanagem? :)

Hipatia disse...

Correu bem :)

Pena que foi tão pouco :( Mas com o frio que vai fazendo aqui pelo meu Porto, soube mesmo muito bem.

Beijinhos, Mofo

filipa disse...

És do Porto?
Bolas!! é longe! (de onde eu estou, claro! ;) )

sofanar, esplanar, cafezar... são verbos com uma utilidade estrema!
Curiosamente, (penso eu) são recentes aquisições da nossa língua.
Como é que não existiam há mais tempo? Ainda por cima são o tipo de verbos que nos transmitem imediatamente uma imagem de descanso e relax!

Força para os dias manhosos! Que passem rápido...

bjs

Hipatia disse...

O engraçado é que até sou bastante “purista” na utilização da língua portuguesa, tendo algum cuidado em utilizar a palavra original em vez dos neologismos, por exemplo. Também ainda uso as formas “vós” ou “nós”, em vez de “a gente”, digo connosco, convosco, coisas assim. Mas, ao mesmo tempo, gosto de este quase inventar de verbos novos. Uns que são explícitos e rigorosos no significado e nas emoções que transmitem. Tens razão: também não entendo porque não são usados há mais tempo. Têm uma riqueza de texturas que descrevem imediatamente um certo estado de espírito ou de humor. Como o meu feriado, sofanado agradavelmente, com boa música e uns quantos DVD’s. E soube mesmo muito bem :)

(e onde é esse longe?)

Bejinho

filipa disse...

Embora utilize muitos estrangeirismos, valorizo imenso a nossa escrita como deve de ser.
Penso muito em inglês, disparate que só justifico pelas horas semanais que tenho de estudo da língua.
Temos uma língua rica e linda, mas a verdade é que às vezes me dá a perguiça de puxar pela cabeça e encontrar a palavra equivalente em português... :/

(O longe é na barafunda: Lisboa. :) )


bjs

Hipatia disse...

Confesso: às vezes irrito-me com a forma como me parece que a língua portuguesa anda a ser assassinada. E nem são tantos os estrangeirismos. É muito mais esta forma como o "smsês" se vai impondo...

(não é assim tão longe ;) )

Beijinhos