2009-04-14

Falando a sério sobre a crise...

... a verdade é que ainda não chegou cá a casa. Não gosto da crise, ou crises, mas estou bem. Ainda podemos dar-nos ao luxo de passar 9 dias em passeio sem grandes preocupações. É verdade que me chateiam os constantes aumentos de gasolina e outros que tais, e fico a pensar muitas vezes onde isto vai parar, no entanto no final do mês não me ando a queixar por não ter dinheiro para isto ou para aquilo. E depois vejo imensa gente que vive de aparências, sempre com roupa e maquilhagem novas, etc., mas que muitas vezes conta tostões no super-mercado.
Deixando a crise de lado, devo dizer-vos que aconselho vivamente (a quem não conhece) uma ida à região de Trás-os-Montes e Alto Douro. Só foi pena estar tanto frio, carago, de resto... adorei!

4 comentários:

Hipatia disse...

Foi mesmo pena o tempo! Há dois anos, desci o Douro com um calor daqueles fora do tempo e foi precioso :)

maria_arvore disse...

Ainda bem que foram boas vivências e que varrestes a crise da vistas. :)

I. disse...

Desde que tenha dinheiro para a prestação da casa, paparoca e passear, o resto não passa de caprichos que se satisfazem se sobrar algum. Mas ele há quem coma mal e se vista muito melhor que eu. Coitados.

Não conheço essa zona, mas gostava. Com sol! ;)

Fabulosa disse...

Hip, é, tive azar porque fui para cima precisamente quando ficou mais frio em todo o país. No primeiro dia fiz um cruzeiro do Porto ao Peso da Régua e esteve a chover o dia inteirinho. Mas gostei à mesma.
Acho que quem veio de férias, ou mini-férias para o Algarve, também não teve muita sorte. =)

Marie, férias são férias, essas "vivências" são impagáveis. Que se lixe a crise. Ao "ir para fora cá dentro" dei o meu contributo à economia nacional, ehehe! ;)

I., é exactamente essa a minha filosofia de vida. =)
Sim, é mais aconselhável ir conhecer aquilo com um solinho bom. =)