2005-01-01

1º do Ano

A esperança (...) que se manifestou só depois de todas as outras pragas e tristezas terem escapado da caixa de Pandora, é a melhor e a última de todas as coisa. Sem ela, apenas existe o tempo.

Ian Caldwell e Dustin Thomason - A Regra dos Quatro


Uma das coisas que gosto na forma como aguardamos, ansiosos, pelas doze badaladas que põem fim ao ano velho, é a capacidade com que conseguimos concentrar, apenas num minuto, todas as esperanças, todas as frustrações, que acumulanos durante um ano inteiro. E, no espaço desse minuto, nessa breve fracção de tempo, toda a esperança é concretizável, tudo é provável, as possibilidades são infinitas.

Já é o primeiro dia do ano. Ainda tenho bem vivos na memória cada um dos doze desejos, das doze esperanças para 2005. E o tempo ainda é breve para conseguir contaminar com a sua implacabilidade todas as centelhas de esperança que ontem acendi...

5 comentários:

Draw disse...

Feliz 2005

Hipatia disse...

Feliz 2005 :)

Maria Branco disse...

Desejo de um ano de 2005 recheado de sorrisos, paz, e muito amor.. Muitos beijos
http://cumplicidadespartlhadas.weblog.com.pt

Hipatia disse...

Já te tinha "redescoberto", Maria. E fiquei bem feliz!

Beijinhos e um excelente 2005, cheio de boas surpresas e ainda melhores concretizações.

Anónimo disse...

Mais Vozes

On : 1/3/2005 6:25:10 AM Caliope (www) said:

Conselhos (não solicitados, mas com boa vontade):
Não sopres
Protege-te do vento


On : 1/3/2005 1:40:17 PM Hipatia (www) said:

ehehehe

muito obrigadinha