2005-03-21

O meu problema tabagista


imagem aqui


Tenho uma notória incapacidade para manusear um certo tipo de papel, nunca tendo sido capaz de fazer um rolinho que não se desfizesse, especialmente se fosse preciso lambuzar o dito.

Sendo fumadora assumida de uma marca esquisita, constatei este fim de semana que fumo muito mais pregos já feitos do que se me desse ao trabalho de enrolar a coisa.

Estou pronta para virar mais uma convertida ao self-made cigarrinho. O pior é que o dito precisa ser enrolado. E eu enrolo-me toda. Será que alguém me explica de forma clara qual é o truque? Já vi que até pode ser alvo de equação. Agora só preciso é de aprender a técnica...

8 comentários:

Vera Cymbron disse...

Não consigo deixar o tabaco, sorte a minha é que sou do grupo dos fumadores sociais...fumo só quando estou acompanhada ou em grande stress. Quanto ao tal tabaquinho de rolinho, hummm...não me parece, só de pensar no trabalho e no cheiro que fica nas mãos...nem pensar. Mesmo que seja bom, recuso!
Jinhos...gostei da meneira como expuseste a questão.
Jinhos

anarresti disse...

Eu posso explicar-te o processo de enrolar um cigarro, já enrolei milhares. Mas preferia - se conhecesse - ensinar-te uma forma de deixares de fumar. Com o filtro é mais difícil, eu fazia-os sem filtro, o que é péssimo pois os dedos indicador e médio ficam manchados de amarelo. Se te atreveres, tenho amigas que o fazem, podes é fumar cachimbo: isso sim é um prazer. Um prazer lento, com o seu ritual. E o tabaco sabe realmente a algo mais que cinza. Um abraço livre de fumo, nuno.

Hipatia disse...

Sorte a tua, Blue. Ser *só* fumadora social deve dar mesmo muito jeito. Eu sou mesmo mais tipo fumadora compulsiva e, em frente a esta máquina, vão mesmo uns atrás dos outros :)

jinhos

Hipatia disse...

Eu também preferia deixar de fumar. E, no entanto, há certos cigarros que me são realmente prazerosos. Irritam-me mais todos os outros, os do vício, da dependência.

Mas o post também era uma piada, Nuno ;-)

(gosto de cheiro de cachimbo; o tabaco assim fumado tem um perfume inigualável)

Anónimo disse...

Hipatia: é como tudo na vida: é preciso treinar. Mas, para começar, há umas máquinas muito giras que poderão ajudar.

João Pedro
As Ruínas O

Hipatia disse...

Adianta se eu disser que, inicialmente, o post se chamava "o meu problema com as drogas", João?

É que foi do que me lembrei, depois das papoilas ;-)

(por acaso até conheço essas maquinetas infernais, eheheh)

Anónimo disse...

Mais Vozes

On : 3/21/2005 2:18:55 PM corpo visível (www) said:


No tabaco sou como o Hemingway "não, eu nunca fumo. Os charutos e os cigarros prejudicam-me o olfacto e além disso uma pessoa sente-se mal de manhã, quando acorda, com a boca a saber a palhas queimadas. Com o vinho é outra coisa...".


On : 3/21/2005 2:20:52 PM Hipatia (www) said:

lol

E se forem os dois misturados, tabaco e vinho? Nem sei se é só a palha queimada que sabe a boca no dia seguinte


On : 3/21/2005 3:32:47 PM sharkinho (www) said:

Bom, o primeiro requisito é não tentar com as mãos húmidas (sobretudo com as smoking pretas). Um filtro de cartão ajuda a criar uma base firme de apoio numa das extremidades, reduzindo o problema do equilíbrio da folha. A quantidade certa de tabaco também é um factor determinante para não se enrolar um trambolho.
Reunidas estas condições, com os indicadores e os polegares tentamos fazer com que a parte da mortalha mais próxima de nós "encaixe" debaixo da outra (aproveita-se o tabaco para a fixar). Depois é só rolar a mortalha com base na pressão dos polegares no lado encaixado da coisa, acompanhando o movimento com ligeiro apoio dos indicadores.
E só falta percorrer a linha de cola, suavemente, com a ponta da língua (que, ao contrário dos dedos, deve estar ligeiramente humedecida) e assentar esse lado da folha no ponto ideal para obter um enrolamento firme, mas não demasiado "estrangulador".


On : 3/21/2005 3:38:45 PM Hipatia (www) said:

Ah-ah! O verdadeiro conhecedor!

Acho que, no meu caso, deve ser mesmo qualquer problema de polegarzinha

(para a próxima, vou tentar seguir as instruções; vou tomar nota do passo a passo para ver se chego à passa )




On : 3/21/2005 7:48:29 PM PN (www) said:

Realmente o facto de nos enrolarmos todos não ajuda nada na parte técnica, mas isso claro é o menos importante.
Gostei muito da imagem da "Moca Lisa" de autoria do Leonardo daVinte (dá vinte passas sem partihar o cigarro[enrolado]).


On : 3/22/2005 7:05:24 AM duende (www) said:

Não me serve. Mas reconheço que é uma maneira de deixar de fumar.


On : 3/22/2005 7:50:00 AM Maria Branco (www) said:

Agora compreendi aquele não sorriso da Mona Lisa... Nah!! aquilo não é só tabaco... Aqueles olhos...

Quanto ao enrolar, confesso que já tentei, e o resultado foi surpreendente...
tão surpreendente, que a vontade de fumar.. Esfumou-se..

Vou seguir as instruções sharkinho, a quem desde já agradeço, e irei mais uma vez tentar.. ( Depois conto a aventura)

Beijos


On : 3/22/2005 8:50:28 AM vanus de Blog (www) said:

Pá o segredo em enrolar está na forma como se usa os dedos


On : 3/22/2005 11:53:41 AM Hipatia (www) said:

lol PN

A Moca Lisa está mesmo com um ar como deve ser, não te parece?




On : 3/22/2005 11:55:21 AM Hipatia (www) said:

É bem capaz de ser mesmo, Du. Eu, desde que deixei os ventil e me agarrei a coisas mais difíceis de encontrar, só arranjei maneira de passar a comprar volumes. Deixar os pregos é que nem pensar


On : 3/22/2005 11:56:35 AM Hipatia (www) said:

Óbvio que aquele sorriso da Mona Lisa sempre trouxe água no bico, Maria. Assim já é mais fácil entender porquê

(então vou ficar à espera dessa aventura... )


On : 3/22/2005 11:57:14 AM Hipatia (www) said:

Oh miga, mas tu não percebes que eu sempre gostei de exercitar os dedos noutras coisas?

Jean-Luc disse...

Tenho certeza que este é um blog de português ou de portuguesa! eheheh são todos muito parecidos, cheios de pseudônimos, sem nenhuma foto dos autores, muito texto em inglês, em francês..... e sempre essa tristeza eterna de fado entranhada na alma!...

A impresão que tenho é que a vida em Portugal deve ser muito policiada, muito medieval...as pessoas tem medo de se mostrarem às outras, de se assumirem. Nem mesmo na internet! Desculpe o desabafo mas é que esses blogs portugueses me frustram demais. Muito medrosos os autores!