2006-03-03

comPILAções (há sempre mais)



Do rescaldo das nossas fortuitas danças, derivam marcas de passos calculados, ensaiados ao pormenor. Passos que ensinámos um ao outro entre suor e oxigénio respirado ao fôlego ardente da nossa harmonia.

As marcas em todo o lado denunciam a dança suada que se fez minutos antes: água pinga do tecto e escorre no vidro embaciado, sangram-me as costas num molde de unhas cravadas na libertadora força do querer, gira o disco no silêncio monocórdico de uma agulha que não encontra mais músicas que tocar.

Nunca ninguém dançou como nós e nunca alguém ousará dançar porque por nós se define o significado da palavra único. Nenhum passo falso, nenhum movimento descurado. Parece que dançámos a vida toda.

Mesmo perdidos no palco, o olhar ensina o caminho que os pés querem devorar na inquietação pelo derradeiro salto que sabemos acorrer-nos em sincronia. Mesmo ausentes da valsa distante, atordoamos o cansaço com mudanças de ritmo, compasso e colocação. Mesmo embriagados pela cegueira de dançar na ausência de pensar, sabemos sempre onde nos leva a intuição.

Das nossas fortuitas danças deixas-me o vazio de te querer dançar novamente, deixas-me a fome de te conduzir nas ébrias tonturas de um ritmo que fizemos nosso, deixas-me a promessa de um passo novo aprendido na libertação de uma música escondida.



Podia eu alguma vez recusar uma oferta assim, feita um texto tão doce e sedutor?

Obrigada, Ricardo, por esta Dança dos Eufemismos.



(O
comPILAções fez um ano no passado dia 24 de Fevereiro. Haveria melhor forma de celebrar? Claro que não havia! Estendo, por isso, o meu obrigada a todos quantos participaram.)

5 comentários:

maria_arvore disse...

Vês, vês, o meu postal de parabéns a 24 era para o Compilações.;)

Este texto tem um ritmo espectacular. :) É uma autêntica valsa a mil tempos em que as palavras não se pisam.

Ricardo Garcia disse...

Este texto fica com muita mais pinta aqui do que no meu...
Obrigado pelos elogios maria arvore.

Hipatia disse...

Quem diria, Maria Árvore, que o comPILAções durava tanto? Um dia, gostava de ver estes nossos textos noutro formato. Acho que não existem muitos livros que se aventurem nesta temática e, no comPILAções, estão textos fabulosos. Parece que, afinal, no dia 24 estivemos todos de parabéns :)

Hipatia disse...

O teu texto é lindíssimo, Ricardo. E foi a "desculpa" certa para dar os parabéns ao comPILAções e a todos quantos se aventuraram na escrita de um post erótico :)

Hipatia disse...

Mais Vozes

"Parece que dançámos a vida toda."

ñ há melhor certeza!
SoNosCredita | Homepage | 03.07.06 - 3:50 pm | #

--------------------------------------------------------------------------------


Hipatia | Homepage | 03.07.06 - 5:57 pm | #