2009-05-21

Vozinhas interiores

A desonestidade das pessoas, a lata com que acham que vão sair sempre impunes das situações, irrita-me e dá-me nojo!

8 comentários:

Bartolomeu disse...

Não porque me diga respeito... que seja da minha conta, mas... não estarás grávida!?
Sabes!?
Esses enjoos...

Fabulosa disse...

Bartolo meu, ahahahaha! =Dque eu saiba não. vou parindo só textos e ideias aqui no Voz, de resto... ná! nop! =)

PreDatado disse...

Na verdade muitos saem incólumes e impunes.

Emiele disse...

Entendo, mas o que me incomoda mais é que na sua grande parte até têm razão... Alguns são «apanhados» mas a gente sabe que realmente muita gente faz o que entende (até com a desculpa de que os outros também fazem) e de facto sai impune!!!

Iris R. Costa Barroso disse...

Felizmente nem sempre escapam impunes!

Fabulosa disse...

Pre, isso é ainda mais irritante, não é? =P

Emiele, a grande questão é: pode ser-se um filho da mãe para sempre e sair-se impune? Espero que não. Um dia aquele ou aquela filha da mãe há-de ser punido/a de alguma maneira.

Iris, felizmente, felizmente! =)

deep disse...

O que mais há neste país é gente com lata, que não só comete delitos, como é rapidamente reabilitada pela comunicação social e ilibada por uma justiça que não funciona!

Boa semana. :)

Fabulosa disse...

deep, caso para dizer: ou este país se cuida e manda as latas para a reciclagem ou ficamos com as ruas poluídas! ;) ehehe!