2008-10-28

Coisas que me irritam


aqui

Sou uma gaja independente. Há anos que tomo conta de mim e não peço licença para ter, pôr, dispor ou fazer. Mas, depois, preciso sempre baixar a crista e admitir que ter um gajo por perto pode dar jeito em variadíssimas situações. A saber:


  • quando tenho um furo e, depois de esforçadamente levantar o carro com o macaco e tirar o tampão da roda, me sinto uma incompetente por não ter força para rodar as putas das porcas

  • quando não como pickles porque não consigo abrir o frasco

  • quando tenho de ir para o carro sozinha num parque de estacionamento mal iluminado

  • quando é preciso tirar as cortinas para irem lavar

  • quando o carro precisa de limpeza geral

  • quando é preciso ir à farmácia de serviço às 4 da manhã

  • quando é preciso meter o IRS

  • quando Testemunhas de Jeová tocam à porta

  • quando tenho de carregar as compras do mês até ao 7º andar

  • quando preciso de ir à rua depois de já estar em pantufas

  • quando é preciso ir pôr o lixo (sugestão da Noite)

  • (coisas semelhantes)


e muito especialmente quando muda a hora e nunca sei como alterar o cabrão do relógio do carro.

19 comentários:

Noite disse...

Ahahahaha!

(ele não despeja o lixo?) :P

Hipatia disse...

Obviamente :D É a parte do já estar de pantufas ;)

Mas já te acrescentei ao texto :D

deep disse...

Quando é preciso levar o carro à oficina ou à inspecção e quando avaria ou entope alguma coisa na casa de banho... e tudo o que referiste.

Boa semana. :)

Toze disse...

Ainda bem que vamos servindo para alguma coisa :)

PreDatado disse...

Eu que só tenho 1,65m mal medidos não gostei nada de me ver comparado a um escadote. Eu também não chego aos cortinados.
Quanto ás testemunhas de Jeová um dia destes lá no pre hei-de contar uma história sobre uma recepção em minha casa que lhes fiz.

PS. Olha lá Hipatia, um gajo tem cara de alicate, tem? Olha comigo ficavas mesmo sem comer os pickles, ouvistessssss (com muitos esses)?

Hipatia disse...

À oficina e à inspecção levo eu, que o mecânico é meu amigo. E quando entope qualquer coisa na casa de banho, também sou eu, que normalmente também é culpa da minha cabeleira que se vai juntando alegremente e aos magotes naquele sifão onde converge tudo. E também sou eu que avanço quando é para fazer barulho, lol. Já agora, sou tão prendada que até troco lâmpadas e sei mexer no quadro eléctrico. Mas o relógio do carro dá comigo em doida. A treta diz nas instruções para pressionar durante uns segundos. Pois eu pressiono. Mas a coisa não dá acordo, pá! :(

Hipatia disse...

Podes vir tirar as cortinas nas próximas limpezas, Tozé? Já vi que com o Pre não posso contar, lol. E o relógio do carro? :D

Hipatia disse...

Ficava nada, Pre :) Não há nada que deixe um tipo mais satisfeito do que ver a sua dama em apuros à procura daquela força bruta que só a testosterona garante ;-)

(vou ficar à espera da histótia; também tenho algumas, lol)

Emiele disse...

Menina, ri tão alto que me perguntaram aqui qual era a graça. E a graça era sobretudo o relógio do carro! GRRRRR!
Olha, quanto a furos e força para tirar as porcas (que muita vez são apertadas à máquina e não há músculo que dê) ando sempre com uma espécie de bomba que se liga ao isqueiro e volta a encher o pneu, pelo menos até à próxima estação onde me façam o trabalho!!!!
As tampas dos frascos se os puseres de «cabeça para baixo» em água quente, aquilo dilata e abre.
As compras passei desde há uns tempos a mandar a casa. vale a pena!
Ir à rua quando j´+a se está preparada para não sair não sei ajudar... eu decido não ir!!!
(isto, como se nota, é porque por aqui não há gajo, há um filho mas que precisa de ser 'negociado' e só o uso para coisas muito importantes; sou poupadinha...)

maria_arvore disse...

:)))

Tirando ir à farmácia e mudar umas coisas dentro das torneiras, julgo que tudo se resolve.:) Porque é possível comprar latas de abertura fácil em vez de frascos, comprar escadotes, aparecer em toalha de banho e deixá-la cair à frente das Testemunhas e com o trânsito caótico sabermos as horas só nos pode enervar mais. ;)

_ba_ disse...

Pensei que ia ler muita coisa vinda de ti à excepção disto :-)
Mas afinal não te tens "orientado"?
O pneu também confesso que já estiveram para me ensinar mas não estou para pôr as minhas maozinhas em tal coisa, as cortinas lá vou tirando, o carro confesso que adoro lavar e limpar por dentro e por fora, farmácias é ir durante o dia ou ter um stock em casa (coisa que tenho sempre), o irs faço o meu e das pessoas que conheço (e isto já dura desde o tempo do imposto complementar pois o meu Paizinho sempre foi preguiçoso), abrir a porta só abro a quem conheço, carregar compras lá carrego pois também temos o elevador avariado, ir à rua em pantufas ou pijama não me atrapalha nada (o querido é que não acha muita piada lol), pôr o lixo também vou (de pantufas ou de pijama) pois aproveito e fumo o meu cigarrito descansada por isso ou arranjas um "amigo" ou então continuas a "safar-te" como tens feito até aqui e não me parece que te tenhas atrapalhado pelo que conheço de ti :-)
(e depois é muito triste a malta precisar dum gajo só para este tipo de coisas lol)

I. disse...

Lá em casa ainda sou eu quem veste o fato-macaco. Nunca vi um exemplar masculino com tão pouco jeito para a bricolage! E o próprio admite que se lhe dão um berbequim para a mão, é capaz de destruir o mundo :D

Mas abre frascos, sobe a escadotes e põe o lixo na rua :)))

Já a porcaria do relógio do carro - que é digital mas atrasa, vá lá a gente perceber - vou ter que recorrer de novo ao livro de instruções, que já num'alembra como se faz, caneco ;)

Hipatia disse...

Nunca me vão ouvir dizer que os homens são dispensáveis. Tirando todas aquelas coisas boas e intangíveis que advêm de partilhar a vida com um espécime do sexo oposto enquanto a relação corre bem, há depois todas as outras em que, por mais independente que seja a mulher, tem de se admitir que estar o gajo por perto facilita bastante.

Ah! E já tenho o relógio certo. E obviamente que não fui eu quem o acertou ;-)

Hipatia disse...

Não me importo de precisar deles para "estas" coisas, Maria Árvore. E acho que até faz parte, lol. Mas sim, as coisas arranjam-se mesmo sem eles. Agora, também é bom saber que se arranjam mais facilmente com eles por perto. Desde que depois não exagerem, eheheh

Hipatia disse...

Eu vou-me orientando, Ba. Oh se vou! :D Mas estando ou não orientada em cada uma das minhas monogamias sucessivas, há sempre merdices que ficam muito mais bem entregues a um gajo. Uma mulher já tem sempre tanto que fazer!...

;-)

Hipatia disse...

LOL

Acho que já me passaram pelas mãos alguns com muito jeito e outros com jeito nenhum. Na verdade, até acho piada a fazer a maior parte das coisas que são normalmente despachadas para o lado masculina de uma relação. Mas eu prefiro – sempre preferi – pregar um prego a ter de cozinhar, por exemplo. Dai que, de há muito tempo para cá, uma boa relação (pelo menos para mim) passa por um amor de homem com mão para a cozinha que não se importe que eu pegue no berbequim ;-)

I. disse...

Eu também prefiro pregar um prego a cozinhar. Nesse aspecto saiu-me a sorte grande: o home tem cá uma mãozinha para a paparoca... e gosta! E não faz questão da bricolage, apesar de se oferecer sempre para me ajudar (às vezes é melhor que não ajude, adiante) Até me comovo cada vez que penso nisso (chuif). Já pensei em lhe oferecer um cursinho de culinária e tudo (ele merece e eu também ;P)

Hipatia disse...

Mas eu li que compraste um livrinho de culinária :D Olha, nem precisavas: pedias aqui à je que, desde há muito, é perita em só fazer coisas que não dão trabalham ;-) Um dia destes, trocamos receitas, lol

Anónimo disse...

Mais Vozes

E para dar à luz ? não me digas que és a única gaja com conhecimentos de electricidade do universo? Bem vistas as coisas estou em crer que ainda eras capaz de encontrar mais ou outra coisita em que um gajo te pudesse ser util
frogas | | 10.31.08 - 9:45 pm | #

--------------------------------------------------------------------------------

Obviamente que sou eu que dou à luz cá em casa. E com muito jeitinho, até Já agora, ficas as saber que quando tinha trabalhos manuais na escola era o Ricardo que fazia os nossos trabalhos de têxteis enquanto eu me encarregava de pôr os besouros a tocar ou as lâmpadas a acender
Hipatia | | Email | Homepage | 10.31.08 - 10:05 pm | #

--------------------------------------------------------------------------------

Estava a lembrar-me da possível situação de te aparecer um aranhiço em casa num dia que os bombeiros estivessem de greve .

Cortinados ? isso serve para Q ?

quanto aos frascos de qualquer coisa posso te dar uma ajudinha de modo a q a necessidade não te leve a uma qualquer loucura de meter um halterofilista dentro de casa ? experimenta bater com o cabo de uma faca em torno da tampa do frasquinho com a suavidade necessária para não o partir . depois de executares esta dificílima tarefa vais chegar à conclusão que o fenómeno que faz com que a tampa se agarre ao vidro se retirou com receio da tua agressividade .No final com a habitual delicadeza feminina rodas a tampinha e já está . uma faquinha de metal pesadita quanto baste é o suficiente
frogas | | 10.31.08 - 10:08 pm | #

--------------------------------------------------------------------------------

Ricardo ??????????????????????????? texteis ???????????????????????
Uma gaja electricista????????????????
Cá para mim ainda és apanhada a caçar ratos
frogas | | 10.31.08 - 10:14 pm | #

--------------------------------------------------------------------------------

Mato aranhas e ratos, sim senhor. E até salvo gajos aracnofóbicos de aranhas. Nunca tive medo de nada rastejante e sempre achei que eram os bípedes que tinhamos de temer.

(obviamente que sei os truques para abrir os frascos; mas dar uma de donzela fraquinha também nunca fez mal ao charme, lol)

Quanto aos dotes de electricista, aprendi com o papá, que nunca se deve ter recomposto de não lhe ter saído um filho homem na rifa )
Hipatia | | Email | Homepage | 11.01.08 - 5:16 pm | #

--------------------------------------------------------------------------------

Porra e eu aqui a esforçar-me tanto para dar uma ajudinha .

Eu que tive sempre a esperança de ver o pai natal vestido de verde acabo por encontrar uma gaja electricista.

Este mundo é mesmo um local estranho
frogas | | 11.02.08 - 12:26 am | #

--------------------------------------------------------------------------------

Dou-te sempre cabo das contabilidades femininas, não é? Será que sou mesmo gaja? Ohhhh!


Hipatia | | Email | Homepage | 11.02.08 - 8:57 pm | #