2008-10-11

Os cavalos também se abatem (*)




Em épocas de crise, apenas uma verdade resiste: sobreviver. E sobreviver não é bonito, nem tem de ser bonito. Pode ser degradante, malcheiroso, indigno. E pode também ser um espectáculo. Nos jornais e telejornais, a desgraça já é parangona há demasiado tempo. Tanto tempo que as pessoas já começaram a desenvolver anticorpos a essa desgraça demasiado evidente. Sobra continuarmos a ver o espectáculo degradante dos programas onde se vendem as verdades íntimas para deleite do voyeurismo alheio, num excesso de "survivors" e "big brthers" agora exponenciados à crise. E, se isto continua a piorar, não será só o euromilhões que vê o número de jogadores a triplicar entre os portugueses. A televisão tratará de fornecer o circo e o pão de alguma maneira, sabendo que o espectáculo iníquo da sobrevivência alheia tem sempre público fiel. E que haja piedade para as nossas almas.



(*) Título português de They Shoot Horses, Don’t They?, de Horace McCoy e, sim, lembrei-me disto à conta de andar a falar de Tango enquanto tudo à nossa volta fica cada vez mais de tanga e muitos parecem apenas estar na tanga connosco. Talvez até já façam apostas em quem sobrevive e quem não; talvez se limitem a ser espectadores. Mas mais certo ainda é que deve andar por ai muito boa gente que vai sobreviver à crise bem melhor do que estava antes, enquanto todos os outros – a grande maioria – tentará sobreviver sem meter uma bala nos cornos.



_____
A imagem é parte do cartaz do filme de Sidney Pollack que podem encontrar aqui.

2 comentários:

maria_arvore disse...

É curioso até reparar como a RTP está a investir fortemente em novos programas de entretenimento que sempre limpam a desgraça dos olhos. E até já se reduziu o tempo de antena do Prof. Marcelo, para o igualar ao do António Vitorino, para termos o colírio completo. ;)

Hipatia disse...

Ah, mas essa não é da lavra da RTP. Essa foi só mais um desvario da ERC, a tal que não sabe tirar notas nem pôr um gravador a funcionar e com a qual, volta e meia, gostam de ameaçar os blogues descomprometidos. Mas não há dúvida que esta ERC também faz parte do circo ;-)