2008-10-24

Engonhices


(recebida por mail)


Quem me conhece sabe bem que não minto quando afirmo que não sou propriamente um mono. Num grupo de gajedo, não serei por certo a mais vistosa, nem a mais enfeitada, muito menos a mais activa a mandar sinais de galanço a tudo o que mexa do sexo oposto, mas mono não sou (e como até já deixei o trombil na Voz para quem o souber encontrar, estou perfeitamente à vontade para o afirmar, em lugar de apenas querer parecer uma coisa semelhante, como é habitual pela net).

Sei também que, se me mantiver quietinha e caladinha, posso passar um belo ar seráfico e que, estivessem os caracóis pintados de loiro em vez de ruivo (e não abrisse a boca), podia perfeitamente candidatar-me a modelo de arte sacra, na versão santinha da renascença.

Mas obviamente que o facto de eu abrir a boca, ter sotaque do Porto, dizer umas caralhadas e ter muito pouca paciência para engonhas e conices semelhantes, acabam rapidamente com quaisquer resquícios de santidade. Mas isso já é da personalidade e, essa, veio retorcida de nascença.

Depois, tenho assim uma meia dúzia de valores e uma meia dúzia de princípios e, para embrulhar ainda mais a coisa, um sentido de humor a bater ao lado do conveniente. Além de que tenho a mania que mando e a mania que sei e a mania da independência e a mania de ser (em vez de parecer, claro). Acrescentando o estrugido, está visto que o caldo fica facilmente entornado.

Ora, isto da personalidade pode compor ou descompor o boneco e eu que, como disse no início, sei bem que não sou um mono, tenho destas manias muito particulares quando o aspecto é tido como preponderante, especialmente quando isto vem de gajas lustrosas de tanto creme ou gajos de cabelo à escovinha para disfarçar a careca. E deve ser por isso que hoje mandei dois foder – um de cada espécie – só porque resolveram comentar a despropósito as minhas pernas no dia em que saí à rua de minissaia para mostrar as botas novas.

Lá se foi o ar seráfico!

E as botas são muito giras!

14 comentários:

Carlos Gil disse...

lol

maria_arvore disse...

Podes sempre usar o ar de modelo de arte sacra no Quaresma. ;)
E respondeste o adequado a quem não tem a sensibilidade de elogiar as botas novas que te enchem de orgulho por serem mesmo a tua cara. :)

PreDatado disse...

E as pernas também devem ser :)

catarina campos disse...

É por estas merdas que eu gosto tanto de ti, pá. LOL!
(e tem lá dó,arte sacra e não terias um ´decimo da graça)

Bartolomeu disse...

Se és assim... e não estou em condições de poder atesta-lo... mesmo que estivesse, não o faria... Faria é um caralho das finanças que tem por mim e eu por ele uma puta d'uma empatia que até faz parecer que um rato acabado de sair do caneiro, vem envolto em chanel numbér faive.
Mas prontes, se és assim, é porque és e sendo como és acredito plenamente que não ha panasca nenhum capaz de te fazer ser de outra forma!
E quem apreciar o que é genuíno que aproveite... quem não, que va andando catraz bem gente canudo...

deep disse...

Contigo é que não me meto!

Estava a pensar ir à Invicta na próxima semana, mas talvez adie!

Bom domingo... goza bem as botas novas. :)

Hipatia disse...

:D

Hipatia disse...

Obviamente que as botas são a minha cara :D

Que gente que não percebe nada!

Hipatia disse...

As pernas não são novas, Pre :)))

Hipatia disse...

Cat, tu já me viste. Imagina-me só de cabelinho esticado e pintado de loiro, com um véu enfiado na cabeça. Já imaginaste? Agora imagina que não abro a boca. Já está? Modelo de arte sacra sim senhora. Aliás, é o que me acontece de cada vez que me esqueço e estico o cabelo para ir a um casamento ou baptizado: fico com ar de nossa senhora e não vejo a hora de ter a cabeleira despenteada do costume :D

Hipatia disse...

E não há mesmo, Bartolomeu. Nem panasca nem de outro tipo. E se me apanham em dia não, é mesmo saiam-me da frente ou há borrasca :D

Hipatia disse...

Avisa quando vieres, Deep. Talvez dê para um cafezinho. E eu prometo que me porto bem ;-)

I. disse...

Lolada, pá! Eu fico ma-lu-ca quando há bocas a voar. Se não gostam ou têm objecções, que tomem nota mentalmente, se é para abrir a boca que seja para elogiar. E com maneiras!

Aproveita as botas e a mini (que eu também não. em birtude de ser a feliz (?) possuidora de uma coxa grossa, não uso mini saias vai p'ra quase binte anos. fico com um ar que balha-me são coiso)

E zás, deste-me vontade de comprar botas novas. Pena que não preciso :(

Hipatia disse...

Comigo não têm grande tempo para bocas, mas passo-me mesmo com bocas a despropósito. E, convenhamos, se vêm ainda antes do 3º café do dia (ou 4º ou 5º) o mais certo é levarem resposta torta, que sou bem retorcida por natureza e tenho um mau humor matinal que se mede à distância.

E, sabes, fiz grande negócio, que comprei dois pares de botas por um preço muito em conta em mais uma daquelas casitas, coitaditas que, à conta da crise, estão em liquidação total. Também deve haver dessas por ai ;-)